terça-feira, 31 de março de 2009

ANÁLISE TÉCNICA: GP DA AUSTRÁLIA

A temporada da F-1 começou e com ela, voltamos a ter a nossa seção de análise técnica. Como não poderiámos deixar de fazer, o assunto do GP Australiano foram os difusores.



A controvérsia em torno dos difusores da Brawn, Toyota e Williams que é que eles ultrapassam as suas formas e dimensões externas (o que será analisado pela FIA no dia 14 de abril). Mais importante é o fato de que os três modelos utilizam uma "janela" ou buraco (seta vermelha) para alimentar o difusor. Esse buraco é horizontal, no caso da Williams, verticais para as outras duas equipes, e está localizado onde o assoalho cumpre o seu plano de referência (seta preta).

As equipes rivais, tais como o da Ferrari, à direita, não apresenta este buraco característico. Esta diferença resulta da questão de saber se o difusor de três canais podem ser considerados como entidades distintas, ou se eles devem ser considerados como uma (fechado) todo. Dada a formulação do regulamento, pode-se argumentar um caso de qualquer forma, embora a maioria das equipes aparentemente teve o espírito das regras no sentido de que todos os três canais devem ter a mesma altura e comprimento, sem buracos para alimentá-los.

Fonte: Formula 1

WILLIAMS DE VOLTA?

O FW11/FW11B foi o modelo da Williams das temporadas de 1986 e 1987 da F1. Foi guiado por Nelson Piquet, Nigel Mansell e Riccardo Patrese. Patrese substituiu Mansell na última etapa, o Grande Prêmio da Austrália em Adelaide de 1987. A equipe conquistou em 1986 com o modelo FW11 o Mundial de Construtores. Em 1987, com o FW11B, a equipe conquistou o Mundial de Pilotos e de Construtores.

Em 1986, o FW11 estava equipado com um Honda Turbo de 1500cc que desenvolvia 1400cv a 12000rpm (motor de qualificação) - provavelmente o mais potente da era turbo que se extinguiria no final de 1988. O consumo seria de 195L por corrida de 300km. A aceleração em linha recta plana era derivável nos seguintes intervalos:

0-100km/h (0-62mph) em 1,9 segundos
0-200km/h (0-124mph) em 4,3 segundos
0-300km/h (0-186mph) em 9,4 segundos

Como a caixa de velocidades era manual, estes desempenhos dependiam de mudanças otimizadas.



Dados Técnicos:

Produção: 1986-1987
Antecessor: Williams FW10
Sucessor: Williams FW12
Tipo de Carroçaria: Monoposto em fibra de carbono
Motor: FW11:Honda RA166-E V6 Turbo; FW11B: Honda RA167-E V6 Turbo
Caixa de velocidades: Williams/Hewland 6 velocidades
Peso bruto (kg): 540 kg
Desenhador: Patrick Head, Frank Dernie e Sergio Rinland

Fonte: Wikipedia

Bom, apresentações devidamente feitas, vou explicar os motivos de tal post.

Primeiro, foi porque o Roque pediu que eu escrevesse sobre equipe! rs
Mas os motivos que me levaram a escolher a Williams de 86-87??
a) Ano do meu nascimento (1987);
b) Meu ídolo na F1 pilotava esse carro;
c) Porque a coluna é minha e eu escrevo o que quiser;
d) Algo relacionado aos treinos livres pro GP da Austrália de 2009?.

Bom, todas as anteriores. Principalmente a última alternativa.
Reparem bem na tabela de tempos dos treinos de sexta-feira... Rosberg liderando com uma WILLIAMS... Barrichello em segundo com a Brawn, que hoje é empurrada por um Mercedes. Mas outrora foi um Honda.

Williams-Honda. Uma parceria fantástica... foram 18 vitórias entre as temporadas de 1986 e 1987. Uma revolução para a época! Grandes histórias de bastidores, com duelos antológicos e/ou hilários entre Mansell e Piquet. É muito bom ver a equipe retornando...

Enfim, boa sorte à Williams nessa temporada. Espero que não seja um blefe... embora Ferrarista tifose, eu torço muito para que a Williams se recupere... para o bem da Formula 1!

Abraços, até a próxima!

P.S.: Coluna redigida antes do grid de classificação para o GP da Austrália. Queimei a língua!

DIVAGAÇÕES SOBRE OS PNEUS...

Ficou claro e notório que os pneus, no GP da Australia, contribuiram para um resultado diferente ao final da corrida. o desgaste acentuado fez com que, após poucas voltas, pilotos parassem nos boxes para a troca dos mesmos já sem rendimento suficientemente adequado.

Isso posto, lembro que a próxima corrida é na Malasia, onde o calor e a umidade são absurdamente maiores do que as enfrentadas na Australia.

As perguntas que ficam são: O que acontecerá com os pneus? Quantas voltas eles durarão?

Cartas para redação!

CRÔNICAS DO GP: AUSTRÁLIA 2009

Estranhamente o mundo dá voltas e voltas e voltas como os carros de corrida em uma pista qualquer. Têm um ponto de partida e depois de muitas voltas, concluem na linha de chegada, após uma epopéia.

Uma epopéia sem tamanho foi presenciada neste último domingo. Um verdadeiro fênix assombrou o mundo da velocidade. O que falar de uma equipe que não sabia se existiria a um mês atrás. O que falar de pilotos ditos aposentados em seus respectivos países, pela imprensa especializada e pelo próprio mundinho da F-1. O que falar de um engenheiro, dispensado da Ferrari, assumir o controle de uma equipe...

Só de colocarem na pista o carro para andar, já valia uma grande história para a equipe Brawn. Mas eles foram além e viraram a própria categoria de cabeça para baixo. Juntou-se pilotos competentes, Engenheiros consagrados, um carro bem nascido e um bom motor para resultar em uma palavra: vitória.

E essa vitória, entra para os anais da história como uma das mais bonitas, resgatando o verdadeiro espírito das competições, o carinho, a fraternidade e principalemnte, a gana e a vontade de vencer. Talvez não seja os difusores, o carro nem nada mecânico, mas sim essa motivação e este astral "família" para conduzir um projeto tão bem nascido.

Ao final da corrida, pessoas choravam, pessoas se abraçavam...a comemoração era intensa no Brasil e na Inglaterra. Muitos tornaram-se fãs. Outras verão as corridas de um novo angulo, o angulo da paixão.

A F-1 deu uma chacoalhada, onde os maiores passaram a andar atrás dos menores. Os menores começaram a ditar o ritmo, devagarinho, devagarinho, foram chegando e, graças também a um regulamento novo, puderam dar o pulo do gato e assumir a diantera.

Novos rumos se formam, feitos por personagens conhecidos. Porém, o mais legal desta história toda é que temos uma nova queridinha no automobilismo: a Brawn GP.

segunda-feira, 30 de março de 2009

FOTO DO DIA



Jenson Button - GP da Austrália, 2009

GP DA AUSTRALIA: MELHORES MOMENTOS

Edição feita pela Globo, com os melhores momentos do GP da Australia, prova que abriu a temporada 2009 da Fórmula 1:

Rapidinhas da Zoropa

Olá!!!

Que começo de temporada!!!

Por aqui depois que a corrida acaba continua sendo transmitido todos os passos dos pilotos pelos bastidores, até a subida no pódio.

Ontem uma cena que realmente me chamou atenção foi a relação entre Button e Barrichello:


Foto by Autosport.com: Button abraça Barrichello ainda no carro


Há tempos não vejo essa lição de companheirismo entre pilotos da mesma equipe.

Acredito que os momentos de incerteza enfrentados por ambos pilotos e por toda a equipe - já que menos de um mês atrás eles ainda não tinham confirmado a existência da Brawn - fizeram possível essa linda cena.

E penso que é desse jeito que nasce um time campeão!
Parabéns aos dois, não só pela corrida e pela vitória, mas pela lição de suporte mútuo!

Até a próxima!!!

domingo, 29 de março de 2009

Today is the day!


Passada a chuva, os choros, a tristeza. Passada as festas, esquecimentos, lembranças. Passada a euforia, a ansiedade e principalmente, a duvida. Hoje é 29 de Março, ou melhor, é um novo mundo, uma nova era, uma nova F1 que promete e realiza sonhos até então impossíveis, e castiga outros tornando seus pesadelos mais negros em realidade. O campeão não é mais favorito, o dito acabado agora é um dos preferidos. Bem vindo a era da mudança. Bem vindo a nova F1.

sábado, 28 de março de 2009

DEIXANDO UM POUCO DE LADO OS MONOPOSTOS... (2)

Dando continuidade ao post anterior, estou aqui apenas para lembra-los de que amanhã teremos a etapa inicial da Stock-Car... Aliás uma curiosidade que foi citada num outro post: Foi graças a Stock que conheci a GGOO, então me sinto na obrigação de pelo menos postar os resultados da categoria de maior destaque nacional.

Justamente por isso que faço uma reflexão: Que brasileiro é apaixonado por carro ninguém discute. Mas eis que me surge uma grande dúvida: Se brasileiro é apaixonado por carro (e consequentemente por automobilismo), por que a organização da Stock coloca a prova de abertura algumas horas após o término da abertura da temporada de F1?! Poxa, o que eu mais tenho escutado do pessoal é o seguinte: "Ah, se a Stock tivesse sido a semana passada ou fosse semana que vem, iria com certeza! Mas não vou acordar cedo no domingo porque irei dormir tarde no sábado para ver a F1..."

Hum, é, realmente, é de se pensar... mas de qualquer maneira, clique aqui para conferir o resultado final do Treino classificatório.


Apenas uma curiosdidade: Paulo Salustiano é da Vila Prudente (vizinho da Mooca - Orra Bello e bairro onde morei os 6 primeiros anos da minha vida) e Corinthiano roxo assim como o autor desse post... ;-)

E
claro, como não podia deixar de ser, a GGOO também possui o seu carro na Categoria de maior peso do automobilismo nacional!!! Com vocês, o GGOO Stock e a volta virtual em Interlagos... ENJOY!!!






CHARGE DA GGOO - SONHOS DO STIK!



Afinal sonhar, não custa nada!

DEIXANDO UM POUCO DE LADO OS MONOPOSTOS... (1)

Bom pessoal,

Para lembrar aos mais esquecidinhos, no início do mês a GGOO esteve presente na 1ª etapa do WTCC (Estão lembrados?).

Pois é, a semana passada tivemos a segunda etapa no Autódromo Miguel E. Abed, em Puebla no México (ARRIBA!!!) e tivemos a pole do nosso representante Augusto Farfus Jr. Infelizmente ele não conseguiu vencer a primeira bateria, mas ficou com a segunda posição. Na segunda corrida, o vencendor foi Yvan Muller e nosso brazuca chegou em quarto lugar, garantindo assim a 3ª posição no campeonato.

Como nós da GGOO estamos sempre inovando, e após a bela repercussão que teve o F1 da GGOO (Ainda não conhece a pista de Melbourne? Tá esperando o que?), resolvemos inovar e colocar mais uma volta virtual. Porém, qual seria a real sensação se colocássemos um F1 andando numa pista onde é realizada o WTCC?

Para isso caro leitor, eis que surge o representante da GGOO no WTCC.





Esse Alfa 156 será usado por mim durante o campeonato virtual brasileiro de WTCC organizado pela liga GTRBrasil.

E vamos ao que interessa com a primeira participação do GGOO WTCC na pista de Puebla:



Aguardem pela segunda parte... ;-)

O PESO NAS COSTAS DE CADA UM...

E, como uma das novidades pregadas pela FIA para este ano, foi anunciada uma lista contendo o peso de combustível de cada carro participante do GP da Austrália.~

São elas:
1 - Jenson Button - 664,5 kg
2 - Rubens Barrichello - 666,5
3 - Sebastian Vettel - 657
4 - Robert Kubica - 650
5 - Nico Rosberg - 657
6 - Felipe Massa - 654
7 - Kimi Raikkonen - 665,5
8 - Mark Webber - 662
9 - Nick Heidfeld - 691,5
10 - Fernando Alonso - 680,7
11 - Kazuki Nakajima - 680,5
12 - Heikki Kovalainen - 690,6
13 - Sébastien Buemi - 675,5
14 - Giancarlo Fisichella - 689
15 - Nelson Piquet - 694,1
16 - Adrian Sutil - 684,5
17 - Sébastien Bourdais - 662,5
18 - Lewis Hamilton - 655
19 - Timo Glock - 670
20 - Jarno Trulli - 660

O que mais chama a atenção é o desempenho da Brawn, com muito mais combustível que todas as outras equipes participantes do Q3 e, mesmo assim, muito mais rápida.

Será que realmente é só o difusor? Acho que não!

E PODERIAM TER ABAIXADO MAIS 0,2

Isso mesmo. Durante o Q2 a volta ideal poderia ter sido feita em 1:24.5.

As melhores parciais:

S1 Rubens Barrichello - 28.1s



S2 Rubens Barrichello - 22.7s

Jenson Button



S3 Nico Rosberg - 33.7s

Robert Kubica

Mark Webber


E ainda comparando com o ano passado... a volta ideal poderia ter sido feita em 1:25.0.

É, vamos esperar para ver...

Abaixo está o resultado oficial:





Treino Livre 3 - Problemas com Kimi





Brawn GP confirma Virgin como sua 1ª patrocionadora


Neste sábado a Brawn GP confirmou a Virgin como sua nova patrocionadora. E aqui no blog da GGOO você ve a 1ª imagem dessa nova parceria.

sexta-feira, 27 de março de 2009

COLUNA DO ROQUE: HORA DE DIZER ADEUS!

É hora de dizer adeus. Passou-se o tempo e neste período muitas coisas foram criadas, outras foram copiadas, tivemos alguns aborrecimentos, mas tivemos muitas alegrias e acima de tudo, alimentamos a esperança.

Neste tempo, fomentou-se a discussão, o debate, intrigas foram geradas, outras risadas também foram ouvidas. Angustia, ansiedade. Por que?

Acho que porque, mais do que nada, amamos.

E cada um de nós sabe que, quando amamos, superamos qualquer dificuldade, qualquer empecilho em prol de um bem comum.

Das horas e horas em claro, dos minutos que passamos tentando entender o que se passava, de suposições e declarações, houve-se um tempo em que foi preciso entender que mudou-se tudo e com isso mudamos a nossa forma de pensar e de agir. É preciso colocar as ideias no lugar, refletir e raciocinar.

E, mais do que tudo, chegar a uma conclusão. E a conclusão que chego é essa: está na hora de dizer adeus! Deixar para trás tudo o que se passou, todas as conquistas, todas as risadas e dramas, está na hora de recomeçar.

Põe-se um ponto final naquilo que estavamos acostumados e apagamos tudo o que ficou para recomeçarmos uma nova vida, um novo momento com uma nova atitude e um novo desejo, o de vencer.

Esse é o desejo de pessoas e pessoas, vencer na vida.

Hoje é hora de pessoas começarem a correr atrás de seu mais intimo objetivo de vitória, superando as desiluções e partindo em busca do sucesso.

Mas, acima de tudo chegou o tempo de dizer adeus para o passado da F-1 e celebrar o novo, cheio de novas conquistas.

Seja bem vinda, nova F-1 e que nos traga muito sucesso!

GGOO MEMÓRIA: GP DA AUSTRALIA 1985

A série de corridas antigas e memórias da GGOO está de volta com o início da temporada.

Essa corrida, em especial, é uma das primeiras lembranças de corrida que vi de madrugada. Foi na casa da minha avó... eu e meu avô, acordados madrugada a dentro, vendo um verdadeiro show de Ayrton Senna.

Para mim, talvez essa foi a melhor de suas corridas, mesmo não tendo chegado ao fim. Senna, pole position, foi combativo desde o início e deu o seu show ao correr, voltas e voltas, sem parte do aerofólio dianteiro e depois quando perdeu as duas aletas. Ah sim, a vitória foi de Keke Rosberg, o pai do Nico.

Peguem a pipoca...




Simplesmente inesquecível, como as lembranças que eu tenho deste dia.

MAIS UM LOUCO NESSE BANDO




Fala Galera...

Bom, não achei forma melhor de começar a postar do que com um título desse (afinal todo mundo vai lembrar do meu time indiretamente). Afinal de contas para ir para uma corrida de Stock Car sem conhecer ninguém, dormir na fila todo ano, ficar louco de vontade de ter ído para Curitiba acompanhar o WTCC (motivos maiores impossibilitaram minha ída) e ficar lendo esse blog todo dia tem que ser no mínimo Louco... Aí foi só achar mais esse monte de louco, e pronto... estou em casa!!!

Mas bom, chega de delongas e vamos ao que interessa! Nesse primeiro post colocarei um comparativo que me assustou: A diferença entre os tempos da segunda sessão dos treinos livres do GP da Austrália entre 2008 x 2009.

Chequem vocês mesmo e tirem suas conclusões:


Pos Driver Team Time/Retired Gap
1 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 1:26.559
1 Nico Rosberg Williams-Toyota 1:26.053
2 Mark Webber Red Bull-Renault 1:27.473 0.914
2 Rubens Barrichello Brawn-Mercedes 1:26.157 0.104
3 Felipe Massa Ferrari 1:27.640 1.081
3 Jarno Trulli Toyota 1:26.350 0.297
4 Heikki Kovalainen McLaren-Mercedes 1:27.683 1.124
4 Mark Webber RBR-Renault 1:26.370 0.317
5 David Coulthard Red Bull-Renault 1:28.037 1.478
5 Jenson Button Brawn-Mercedes 1:26.374 0.321
6 Kimi Räikkönen Ferrari 1:28.208 1.649
6 Timo Glock Toyota 1:26.443 0.390
7 Jarno Trulli Toyota 1:28.292 1.733
7 Kazuki Nakajima Williams-Toyota 1:26.560 0.507
8 Nico Rosberg Williams-Toyota 1:28.352 1.793
8 Sebastian Vettel RBR-Renault 1:26.740 0.687






2008

2009
Fonte: www.formula1.com

Lembrando da diferença da aerodinâmica e o fato do motor esse ano ter 1000RPM's a menos...

Ah sim... e se tudo der certo mais tarde tem mais uma surpresinha...

abraços e até mais!!!

Ps: Hoje é sexta... dia de pizza!!! Para quem estiver afim, na Rua dos Trilhos (Próximo a faculdade São Judas Tadeu) tem a Benedeta Maria. Na minha opinião de Cidadão Mooquense, melhor que a da tradicional Pizzaria São Pedro...

NEW PLAYER IS COMING!

E hoje teremos a estreia de um novo colaborador neste modesto blog. Diretamente dos Estados Confederados da Móoca, apresentamos o corinthiano Rodrigo Barros, um analista de tecnologia, apaixonado por automobilismo e simuladores e tarado por pizza de quatro queijos e peperoni (!?!?!?).

O mais legal é ele contar o que fez entrar para a GGOO. Segundo suas próprias palavras foi "aquela 1ª etapa da Stock de 2008 em que eu estava louco de vontade de ir e uns amigos que íam comigo deram pra trás no sábado a noite... aí por acaso achei a comunidade da GGOO no orkut e um post falando do pessoal que ía... e peguei o msn de um tal de Augusto Roque, acertamos onde eu iria encontrar com a galera (na frente da bilheteria) e aí consequentemente naquele 13/04/2008 fiz o meu batismo no sanatório... ops, na GGOO.

E aí depois da decepção do ano passado no GP Brasil (a foto oficial não deixa mentir que TODOS ficaram desconsolados pela maneira que aconteceu) parece que o vínculo da galera aumentou... enfim... só quem participa da GGOO sabe o que é... seja pra parecer um monte de fandanGGOOs nas fotos mundiais do GP Brasil, seja para aparecer na vinheta da Globo, seja para aparecer no site do Terra com a faixa, ou seja pra ir na pizzaria (aliás, precisamos marcar um encontro GGOO urgente)..."

Seja bem vindo, oficialmente, Rodrigo - o mooconauta!

CASCOS

Aproveitando para usufruir do espaço do Jimmy, para apresentar o casco que Rubens Barrichello usou nos treinos livres do GP da Austrália.




Diferente...para não falar, feio.

REFLEXÃO: ESTAMOS COMEÇANDO UMA NOVA ERA?

Essa reflexão teve início com o primeiro post de hoje no Twitter (que você pode ver aqui do lado direito) e agora detalho um pouco mais.

A temporada começou agora. Foram feitos apenas 2 treinos livres. Até aí tudo dentro da normalidade. Porém este novo regulamento, em conjunto com uma pista desafiadora inverteram um pouco da lógica que estávamos acostumados à ver até o ano passado.

Williams voando baixo. A Brawn andando bem e a Toyota bem melhor do que nos últimos anos. Enquanto isso, Massa não se acertou com sua Ferrari e Hamilton pouco apareceu para quem carrega o numeral 1 em seu carro.

Ainda é cedo para falar. Mas uma pulga de incerteza sobre o novo regime de ordem dentro da F-1 começa a incomodar. Novas regras, novos carros na frente.

Teríamos iniciado, efetivamente, uma nova era?

quinta-feira, 26 de março de 2009

ALBERT PARK BY GGOO

Agora sim, a estreia do GGOOcar, na pista australiana que abre a temporada da F-1.



Ao Rodrigo, nossos parabéns!

CASCOS

E pela Force India:

GIANCARLO FISICHELLA:



ADRIAN SUTIL:



C YA!!!

CASCOS

Falae galera!!

Neste post, a RED BULL:

MARK WEBBER:



SEBASTIAN VETTEL:

VEM AÍ O GGOO CAR!

Em épocas em que os lançamentos dos carros de corrida são feitos via internet, a GGOO mostra a primeira prévia do carro que irá nos acompanhar durante esta temporada.



Em breve, nas pistas!

MUDA TUDO DE NOVO!!! (2)

E a FIA está mais confusa do que cego em tiroteio. Mais confusa do que pai de santo em dia de Vitória e Bahia. Mais confusa do que nós.

Atendendo a um pedido da Force India, os números da Brawn serão, agora, 22 e 23. Barrichello, portanto não é mais o 21, é o 23.

Os números 18 e 19 não existirão nesta temporada, bem como o superticioso nº 13.

Será que existem confeccionadores de adesivos em Melbourne, para que possam fazer os números novos para as equipes?

Será que até o início dos treinos, essa numeração mudará novamente?

A ver (perplexo).

No Caminho...para Melbourne, Austrália

Dentro de algumas horas voltaremos ao repleto cenário de emoções e conquistas da Fórmula 1 em 2009. A visão panorâmica das cidades, do circuito, atrativos culturais e aquela informação básica do circuito estará presente nesta coluna. Que venha Melbourne!





Há tantas milhas de distância, na terra do fogo, do povo aborígine e de outras tantas denominações bem no Estado de Victoria, no circuito de Alberte Park teremos início a esta temporada de 2009 da F1.


Atrações à parte no circuito, reúnem áreas multiculturais, um mega complexo de evento esportivo. Em fim, tudo que um apaixonado por automobilismo gostaria de encontrar em um só lugar. Sprinte Car V8, Australian Grand Prix Super Car, First Twilight Grand Prix, Boll Grand Prix, sem falar nos show previstos: Overdrive Grand Prix Friday, The who! Live Concert, Snick sound System para a galera mais jovem e outras atrações por lá..um dia vamos fazer isto em Interlagos, há se vamos!. Melbourne se apresenta em grande estilo para iniciar a temporada, enfeitada, com turistas (sua maior parte Européia, Americanos e Asiáticos) dispostos a conhecer melhor esta cidade.



Segunda maior cidade do país, Melbourne oferece o seu misto de bem estar, o prazer em conhecê-la, Museus como: da Imigração (Localizado no coração da cidade) que conta a origem do povoamento da Cidade. Centro Cultural Victorian, nada se compara também a beleza com o Opera House em termos de arquitetura, porém é o “point” cultural de Melbourne onde podem ser vistas performances de balé, opera e orquestras sinfônicas.
Fugindo um pouco para o litoral, temos Melbourne Aquarium, seres marinhos e toda fauna da região australiana. Visitar Melbourne requer uma logística apurada, então nada melhor que o sistema de transporte..visite, no endereço http://www.metlinkmelbourne.com.au/.


Amantes das explorações em terras desconhecidas, vale as inúmeras histórias do "Crocodilo Dundee", contado por Micke Dundee (Paul Hogan) como: Quando os exploradores europeus viram estes estranhos animais saltitantes pela primeira vez, perguntaram a um nativo australiano (aborígine) como eles se chamavam. Os aborígenes por não entender o idioma inglês, diziam apenas "kangaroo, kangaroo, kangaroo", que na linguagem aborígene significa "não entendo, não compreendo". Os exploradores pensaram então que esse era o nome do animal, e assim o canguru ganhou o seu nome. Sem falar na invensão do "boomerang"por parte deles. Sem falar nas inúmeras histórias com o "Demônio da Tasmânia"..um pouco de desenho animado ajuda a memória...Tá afim de dirijir, siga de carro de Melbourne a Adelaide pela costa, muitas e belas imagens não caberão na sua câmera. Lembre-se: ao Norte da Austrália, é comum o trânsito de "Roadtrain" (Caminhão com duas ou três carretas conectadas) com comprimentos que variam de 36 a 50 metros. Daí a história dos Bi-trens que rodam por aí a fora.

Na Agricultura, o Brasil tem destaque na exportação de alimentos e grãos. Um páis com grandes áreas desérticas dificulta qualquer tipo de grande produção.

Receptividade, não espere as melhores, boa parte da população enfrenta conflitos étnicos como a quase extinção dos decendentes dos Aborígenes (tribo indígena), Europeus e latinos não são bem vistos. Uma preocupação constante para aqueles que chegam para estudar ou trabalhar neste País.


No melhor passo para o esporte, conhecemos Australian Open: Um dos torneios de tenis que fazem parte do Gran Slan. Mebourne Cup Day: corrida de cavalo, e a Melbourne Cup para a cidade pois é até feriado neste dia em Melbourne especialmente instituído para a corrida de cavalo. Dizem por lá!

Chegamos então ao circuito de Albert Park, é o misto de Park da Cidade e ruas em torno da marina (construída artificialmente como o nosso Lago Paranoá e Pampulha). Os ventos interferem no resultado da corrida: sujeiras, curvas fechadas com pouco raio, aceleração e desaceleração súbita, faz com que tenhamos poucos pontos de ultrapassagens..assim, problemas de aquecimento e freios quase sempre vai tirando os favoritos da prova. Houve épocas, e saudosas, de grandes lembranças e agradaveis para os brasileiros do circuito de Adelayde..mais aí, já é, outra história.

Kimi levou o caneco em 2007, Alonso beliscou em 2006, mais acreditem.. Fisichella agarrou o caneco de 2005, mais não esquecendo do queixudo alemão - faturou quatro canecos. E para 2009, quem leva o caneco? Em 2008, Hamilton beijou o caneco todo sorridente com tempo de 1:26:7.. na pole, e o kimi poeirou com a melhor volta em 1:27:4..Neste ano, mudam-se os equipamentos..se espera..igualdade e muita, mais muita emoção.


Então Senhoras e Senhores, preparem-se, ouçam o ronco dos motores nesta temporada.


Venha curtir esta emoção com a GGOO!!!

quarta-feira, 25 de março de 2009

GGOO ENTREVISTA: ANDREI SPINASSÉ

E o GGOO entrevista inicia 2009 com um novo talento do jornalismo automobilistico nacional: o paulistano Andrei Spinassé.

O Andrei fez seu primeiro trabalho jornalístico antes mesmo da faculdade, o “Setor A Interlagos”, em 2001, um site amador com dicas para quem ia ao GP Brasil de F-1. A página evoluiu e virou “GPBrasil.net” em 2003. Entrou na Faculdade Cásper Líbero em 2005, quando começou a apresentar o quadro “No Box” na Rádio Gazeta AM 890 dentro do espaço dedicado aos alunos. Passou pelo site “F-1 na Web” em 2006, entrou na “Folha de S.Paulo” como freelancer em 2007 e faz parte do Tazio desde sua estreia, em março de 2008. Já viu 13 GPs Brasil de perto, sendo um deles com credencial de imprensa (em 2008).

De forma bem clara e sincera, Andrei nos falou sobre vários assuntos tais como a importância dos blogs para o jornalista e o jornalismo e si, a "des-gestão" da CBA, sua cobertura do GP Brasil 2008, as novas regras e os seus favoritos para a temporada 2009 de Fórmula 1 que se inicia domingo.

Com a palavra, Andrei Spinassé:

GGOO - Conte-nos um pouquinho da relação do Andrei Spinassé (pessoa e jornalista) com o automobilismo e, principalmente, com o autódromo de Interlagos e o GP Brasil.

ANDREI SPINASSÉ - Não consigo me ver longe do automobilismo. É uma relação curiosamente iniciada em 1994, um ano fatídico para a F-1, quando eu tinha oito anos de idade. Minha primeira lembrança da categoria vem do GP Brasil daquele ano. Vi pela TV essa prova. A segunda coisa que me vem à cabeça é San Marino. Mas nada disso atrapalhou minha paixão. Tanto é que quis ver o GP Brasil de 1995 de perto. A partir de então, perdi poucas corridas. Já em 1997 eu sabia que gostaria de ser jornalista, e cobrir automobilismo foi prioridade antes, durante e depois da faculdade. Voltando à infância, minhas brincadeiras giravam em torno do esporte a motor. Cheguei a organizar um campeonato de carrinhos de rolimã de oito participantes, com regulamento até. Fui campeão (risos). Interlagos sempre foi para mim a concretização de um sonho: diferentemente das brincadeiras, aquilo era a realidade. Ver a F-1 de perto desde 1995 significou muito, e eu contava os dias para a prova. Cresci, mas meu gosto pela coisa não diminuiu. A diferença é que não posso mais brincar, pois trabalho com isso.

GGOO - Hoje, praticamente qualquer pessoa pode expressar suas opiniões e expor seus conhecimentos através de blogs, fóruns e sites de relacionamento. Como jornalista, qual a sua visão sobre essa "democratização" da notícia pela internet? Isso ajuda ou atrapalha o seu trabalho?

ANDREI SPINASSÉ - Ajuda bastante. Eu mesmo era um forista e torcedor de arquibancada até pouco tempo atrás. Ou seja, conheço o outro lado. É claro que existem pessoas que só entram nesses sites para tirar um sarro, mas há gente séria e que entende. Para um jornalista especializado, é importante visitar esse tipo de página toda semana para saber o que os internautas acham das coisas. Na verdade, com isso sabemos se nosso trabalho é feito corretamente, porque nosso objetivo é transmitir mensagens da maneira desejada. Se houver ruídos no processo, existe algo errado. Os internautas são agentes de informação também, já que vasculham os diversos sites e escolhem dados interessantes, percebem detalhes que poderiam passar despercebidos. A “democratização” mais ajuda que atrapalha.

GGOO - O assunto do momento na F-1 é o assombroso desempenho da Brawn GP na pré temporada. Na sua opinião, este desempenho é verdadeiro ou fictício? Se confirmado esse rendimento na Austrália, você acredita em um possível título de Rubens Barrichello?

ANDREI SPINASSÉ - O desempenho é real, pois não vejo motivo para Ross Brawn fazer joguinhos com mídia e torcedores não tendo muito tempo de testes. Para mim, eles estavam dentro do regulamento, como o próprio Barrichello disse. Mas o brasileiro afirmou outra coisa que me deixou curioso: a Ferrari não fez simulação de classificação em Barcelona. Os italianos podem ter cartas guardadas. Supondo que essas cartas deixem o F60 em condição de igualdade com o BGP001, acredito mais na Ferrari, porque esta tem Kers, mais dinheiro e mais condições de melhorar ao longo do ano. Só acredito em título de Barrichello se a Brawn estiver mais de meio segundo mais rápida que qualquer outra. É bem provável que ela evolua menos que as adversárias durante a temporada.

GGOO - Qual a sua visão sobre essa radical mudança na forma de apurar o campeão mundial para 2009? Acha justo premiar apenas a vitória a qualquer custo?

ANDREI SPINASSÉ - Justo não é. Um campeonato é uma longa viagem, não um passeio de metrô. Mas essa regra foi descartada hoje (20 de março), e deveremos ter o mesmo sistema de pontos do ano passado. Na minha visão, dar o título ao maior vencedor de corridas foi uma medida política. A FIA e a FOM quiseram contradizer a Fota, a unida Associação das Equipes da F-1. Nesses últimos tempos, a Fota ganhou muita importância, e entendo que a FIA está insatisfeita e com medo de perder sua função na F-1, que é regulamentar o campeonato. Esse jogo de poder ainda vai longe...

GGOO - Quais são as suas previsões para a temporada 2009 da F-1?

ANDREI SPINASSÉ - Como todos dizem, é difícil apontar favoritos neste momento. Mas acredito em um ano repleto de abandonos, acidentes, e em uma volta por cima de Kimi Raikkonen. Felipe Massa terá de impressionar logo de cara, algo que não fez no ano passado. Se o finlandês vencer umas três vezes em seis corridas, apostaria nele. Se Massa fizer o mesmo, mudo meu palpite para o brasileiro. No entanto, como eu disse, se a Brawn detonar na Austrália, tem tudo para manter-se na condição de favorita.

GGOO - Comente, em linhas gerais, sobre: Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet (pai), Ayrton Senna, Rubens Barrichello, Felipe Massa e Nelson Piquet (filho).

ANDREI SPINASSÉ - Pode ser uma frase para cada um? Emerson Fittipaldi: um campeão ideal para o país, porque reunia nele o que havia de melhor nas décadas de 1960 e 1970 do automobilismo brasileiro. Nelson Piquet: como diria Edgard Mello Filho, é um “cara do ramo”. Ayrton Senna: tornou-se quase um “parente” de cada brasileiro por ter sido tão intenso, talentoso e dedicado, criando uma relação de empatia com as pessoas. Rubens Barrichello: sempre foi um ótimo piloto, mas, principalmente durante a época de Ferrari, criou falsas expectativas e falou demais. Felipe Massa: um piloto marcado pelo amadurecimento constante. Nelsinho Piquet: começou um desafio em 2008: correr por uma equipe que não é de seu pai.

GGOO - Brasileiro tem a fama de ser apaixonado por carros e, por conseqüência, automobilismo. Mas, com exceção da F-1, porque essa paixão não se reflete na presença de grandes públicos (pagante) a Interlagos nas demais categorias nacionais e regionais?

ANDREI SPINASSÉ - Tudo é questão de envolvimento. Tenho certeza de que se as pessoas acompanhassem um campeonato realmente, como fazem com os de futebol, iriam mais ao autódromo. Brasileiro é movido à torcida, na verdade. Para existirem torcedores, é necessária identificação. Sinto falta de um maior trabalho das equipes brasileiras nesse aspecto. A primeira coisa é haver estabilidade de pilotos, de carros, de cores. Categorias que mudam tudo constantemente não conseguem segurar fãs.

GGOO - Para você, qual é o futuro do automobilismo brasileiro?

ANDREI SPINASSÉ - O futuro depende da boa vontade de empresários, já que, nos últimos anos, a Confederação Brasileira de Automobilismo não atuou como deveria. Categorias como Stock Car e Truck só são o que são por causa de organizadores com boa visão de mercado. Alguns questionam a qualidade de ambas, mas é inegável que elas deram certo e têm parceiros fortes. A F-3 sul-americana viverá um ano de mudança com os novos chassis e a criação de uma divisão Light. Elas terão como preliminar a F-Universitária. É uma ótima notícia para a formação de pilotos de monopostos, algo deixado de lado ao fim da F-Renault em 2006.

GGOO - Fale um pouco mais sobre o livro: Em teu lar, Interlagos, de sua autoria. Existe a possibilidade de ele ser comercializado?

ANDREI SPINASSÉ - É um livro que aborda Interlagos não só como lugar de disputa de competições, mas principalmente como um local onde pessoas trabalham com prazer e vontade, fazem amigos, passam por experiências únicas. Entrevistei pessoas que encaram aquele autódromo realmente como uma casa, como Wilson Fittipaldi, Bird Clemente, Chico Rosa, Edgard Mello Filho. Há toda uma cronologia por trás, e o livro começa com as histórias do “Barão” e termina com as de Nelson Merlo e Pedro Enrique, pilotos que disputaram o título da F-3 sul-americana em 2008. Representando os torcedores, há Augusto Roque, da GGOO. Claro, há o lado esportivo, mas ele não é o mais valorizado. Pretendo achar uma editora em breve, já que, em 2010, o autódromo completará 70 anos de existência.

GGOO - Como foi ver a GGOO, da sala de imprensa de Interlagos?

ANDREI SPINASSÉ - Muito legal. Lembrei-me da minha época de arquibancada (durou até 2007). Para falar a verdade, é bem mais divertido estar no setor G que na sala de imprensa. Senti falta da zoeira no ano passado. Mas a sala de imprensa é o lugar dos jornalistas, então está ótimo. A melhor coisa é entrevistar os pilotos.

GGOO - Por fim, gostaríamos de agradecer a gentileza de nos conceder esta entrevista, solicitando que deixe um recado para a galera da GGOO.

ANDREI SPINASSÉ - Tenham uma ótima temporada. Não percam as primeiras corridas, de madrugada. Coloquem quatro despertadores para tocar ao mesmo tempo!

terça-feira, 24 de março de 2009

CASCOS

Boa noite galera!

Hoje temos os capacetes da Williams:

Nico Rosberg:



Kazuki Nakajima:




C YA!!!

PITACOS DA AUSTRÁLIA: WILLIAMS

O último grande garageiro da F-1 aposta suas fichas em Rosberg e se utiliza de Nakajima para garantir os motores Toyota.

Nico Rosberg X Kazuki Nakajima

Pitacos da Posição de largada:
Rosberg:12º
Nakajima: 17º

Pitacos da Posição de chegada:
Rosberg: 11º
Nakajima: 12º

SERÁ ARRISCADO?

Depois do gravíssimo incidente com o carro de Cacá Bueno. Depois da visível falta de preparo para apagar o fogo e socorrer o piloto. Depois da ineficácia do novo carro.

Não é arriscado demais correr neste final de semana?

Interlagos pode ser palco, infelizmente, de uma nova tragédia.

PITACOS DA AUSTRÁLIA: RED BULL

Na equipe do touro vermelho, um dos pilotos deve se destacar, seu nome: Vettel. Webber, ainda covalescente de sua fratura deverá penar um pouco para pegar o ritmo das coisas.

Sebastian Vettel X Mark Webber

Pitacos da Posição de largada:
Vettel: 9º
Webber: 14º

Pitacos da Posição de chegada:
Vettel: 9º
Webber: DNF

GGOO NO TWITTER!

Para aqueles que são ligados em tecnologia, para aqueles que adoram o BBB, para aqueles que não vivem sem dar pelo menos uma passadinha por aqui, para aqueles que somente querem saber o que se passa, agora o Blog da GGOO também está no Twitter!

Sim...estamos no Twitter.

Para saber das novidades, dois caminhos:

a) diretamente no blog, ali do lado direito a última postagem;

b) para ver o histórico completo de comentários e tudo mais, basta clicar no nosso hotsite: http://twitter.com/galeraggoo

Mas vamos com calma, ainda estamos aprendendo a mexer nisso...

segunda-feira, 23 de março de 2009

CASCOS

Boa noite galera!

Hoje, os Sebastiões da Toro Rosso dão as caras por aqui:

SEBASTIAN BOURDAIS:



SEBASTIEN BUEMI:




Agora, imaginem o tamanho da confusão que vai ser pra distinguir esses 2 "Tiões" com capacetes parecidos... Coitado do Galvão!

C YA!!!

RAPIDINHAS DA ZOROPA

Olás!

Hoje li por aqui uma interessante matéria, que não fala de difusores, mudança de numeração e nem de mudança no sistema de pontos.

"Raikkonen sabe que 2009 é importante" - essa declaração vem do chefe da Ferrari e diz que está de olho no finlandês.

Domenicali disse que Kimi está fortemente motivado para o desafio que começa nesse final de semana e muito mais magro, após perder 3kg. "Ele sabe que esta é uma temporada importante para ele como piloto e como membro da Ferrari, e ele é inteligente o bastante para entender isso." - declaração dada a Gazzetta dello Sport.

Quando questionado a esclarecer se a permanência de Raikkonen no time será avaliada no contexto da temporada de 2009, o italiano respondeu: "Certamente."

Para sorte do "homem de gelo", ele tem um ajuste no carro de 2009 melhor do que o da temporada passada (onde ele teve que se esforçar para andar junto com Massa).

Raikkonen, 29 declarou: "Honestamente eu posso dizer que eu gosto do novo carro mais do que o da temporada passada."

É esperar sexta, sábado e domingo para ver se o carro está acertado mesmo, tanto para ele quanto para o Massa; para ver se a McLaren não estava escondendo o jogo; para ver se a Brawn é tudo isso mesmo que mostrou nos testes... Mas para essas discussões, temos sempre os pitacos do Roque! ;)

Até a próxima!

Noticias do dia

Olá pessoal! Saudades? Finalmente volto a postar algo no blog (não vale texto meu postado pelo Roque! Eu que tenho que apertar o "enter".), e como presente, publico as 3+ do dia de hoje.

É mais fácil falar que estamos ilegais, diz Barrichello


O piloto brasileiro reclama das acusações feitas a sua equipe, a Brawn GP, de que estaria fora do regulamento.

F1 confirma pilotos para 2009; Barrichello é número 21


Agora é oficial. Massa será o numero 3, Barrichello deixa o 19 de lado e será o 21. Piquet fica com o 8.

Red Bull ataca peça da Brawn GP e ameaça protesto formal


Equipe Red Bull ataca Brawn GP, Toyota e Williams. Junto com as outras 7 equipes, eles pretendem realizar um protesto formal contra os difusores.

---

Alias, sobre os números, o nosso respeitoso, generoso e mandatário presidente, já informa sobre o ocorrido no post abaixo. Leiam e depois comentem!

Ótimo dia a todos!

FIA DIVULGA NOVA NUMERAÇÃO DOS PILOTOS

A FIA divulgou nova lista de inscritos para o mundial de 2009, com alteração de alguns números de pilotos.
A novidade em relação à anterior, foram as mudanças dos números dos pilotos das equipes Ferrari (Massa nº3 e Kimi nº4), Toro Rosso (Bourdais nº 11 e Buemi nº12) e a Brawn GP, por ter sido a última inscrita, ficará com os números 20 e 21 (Button e Barrichelo, respectivamente).

Veja a lista completa aqui.

Quando questionaram anteriormente os números da Ferrari, por Massa ter sido o melhor e merecer receber o número 3, nada foi feito.
Agora, depois da presepada sobre alteração das regras para se definir o campeão, muito mal recebida por praticamente todos do mundo da F-1 e que devido repercussão negativa fez a entidade voltar atrás, às vésperas da primeira corrida soltam outra mudança.
Tudo bem que essa, não fede e nem cheira em relação a outra, mas....pra que??
Devem estar com muito tempo sobrando por lá!!!
Essa Fia...tsc, tsc, tsc....

PITACOS DA AUSTRÁLIA: TORO ROSSO

O segundo pitaco para o GP da Australia é para a equipe Toro Rosso e seus Sebastiões...Sem Vettel a equipe perde a sua força, para ajudar, muito do apoio da irmã mais velha também deixará de ser dado...corre-se o risco de disputar posições com a Force India.

Sebastian Bourdais X Sebastien Buemi

Pitacos da Posição de largada:
Bourdais: 15º
Buemi: 19º

Pitacos da Posição de chegada:
Bourdais: 10º
Buemi: DNF

PITACOS DA AUSTRÁLIA: FORCE INDIA

Inauguramos mais uma sessão pré-GP, os Pitacos!

Estes Pitacos são meros exercícios de reflexão e futurologia, na semana da corrida, que indicarão qual piloto de determinada equipe levará a melhor em cada GP, em comparação ao seu próprio companheiro.

Estes pitacos, para quem quiser arriscar, poderão ser utilizados como base para as apostas do nosso bolão...mas, no fundo, encararia isto como um grande devaneio...

Sem mais delongas, vamos aos pitacos para Force India:

Giancarlo Fisichella X Adrian Sutil

Fisichella, vencedor deste GP em 2005, tende a andar melhor do que Sutil. Porém o carro não é lá estas coisas para almajarem muito, ou quiçá, algum sucesso. Será de grande alegria se não largarem na última fila e concluirem a corrida nas últimas colocações.

Pitacos da Posição de largada:
Fisichella: 18º
Sutil: 20º

Pitacos da Posição de chegada:
Fisichella: DNF
Sutil: 13º

NO TEMPO DO CARBURADOR: A importância de Rubinho para o automobilismo nacional

A permanência de Barrichello na F1 trouxe uma inegável divulgação para o automobilismo, neste tempo que esteve “parado”, a central de boatos permaneceu colocando suas novas atividades de jogador de golfe, junto com outro renascido, o gordinho, de proprietário de um time da Stock, ou mesmo corredor de Stock, falaram dele na F. Indy, até mesmo substituindo o Helinho.

O descaso que a mídia trata as atividades nacionais é impressionante, tivemos uma etapa da WTCC, e apenas alguns abnegados sabiam de sua existência. No mesmo fim de semana no Paraná ocorreu o IRC e campeonato Sul-Americano de Rally, e nenhum dos dois tiveram ao menos um espaço nos jornais, revistas que se dizem especializadas e tampouco em programas desportivos.

A divulgação em tempos de crise deveria ser intensa, divulgando competidores e marcas...houveram muitas trocas de pilotos, de equipes e nenhum dado foi divulgado. Diferente dos anos 70/80 em que os autódromos viviam cheios, com provas todo fins de semana, campeonatos de arrancada entre os eventos e tudo isto divulgado pela mídia. Chegando aos autódromos você recebia pequenos pasquins com resultados, tabelas e colocação do campeonato e principalmente o calendário do ano, hoje... A propósito quando serão as Mil Milhas Brasileiras? Qual o piloto do carro 35 da Stock? Qual o seu patrocinador? Quais corridas em que pontuou?

Pois é se em algum fim de semana você estiver sem fazer nada, seu time não jogando, sua sogra viajou e você não tem lugar para almoçar, você vai até Interlagos? Você sabe de alguma corrida? Vai ter Copa Porsche? Trofeo Maserati? Ou pelo menos campeonato Paulista? Claro que não você vai ficar vendo o Faustão ou o seu Silvio, por falta de informações. Pelo menos neste período de estiagem se falou não só do desfalque do Helinho, mas da volta do Rubinho e sua Brawn! Será que será uma re-edição do Emerson com sua negrinha?

Então seja bem vindo novamente Rubinho, trazendo o automobilismo nacional novamente para o noticiário e não só Massa, Hamilton, McLarens e Ferraris.

E o novo (velho) Interlagos? Sai do papel? Espero que sim... Chega de autorama!

Um grande abraço, Dr. Roque.

domingo, 22 de março de 2009

3 HOMENS E UM SEGREDO...

Foto: Voando Baixo

Os três homens acima escondem um segredo. Na busca pela vaidade, pelo poder e pelo dinheiro, o segredo de cada um é colocado a prova a cada instante.

Mas como descobrir este segredo? Neste trama que envolve sexo, mulheres, bebidas, iates, dinheiro, muito dinheio e corridas, o segredo é algo supremo. É através dele que o mundo se transformará.

Mas este segredo não pode ficar escondido, é preciso ser compartilhado e debatido com aqueles que querem descobrir o segredo do segredo.

Essa é a FIA, a FOM e a FOTA...e seus três homens que comandam um segredo: A Fórmula 1.

sábado, 21 de março de 2009

GGOO BOLÃO F1 2009

Vai começar a temporada 2009 da Fórmula 1 e com ela temos o início da disputa da segunda edição do "GGOO BOLÃO F1". Em 2008, com a participação de 35 apostadores, os melhores colocados ao final do Bolão foram os seguintes:

* 01º - 262 pontos - A. ROQUE (CAMPEÃO)
* 02º - 245 pontos - AUGUSTO ALAN BICO
* 03º - 237 pontos - JIMMY 
* 04º - 220 pontos - RUI LENHARI
* 05º - 212 pontos - RODRIGO PIOIO
* 06º - 199 pontos - LEONARDO
* 07º - 187 pontos - IGOR
* 08º - 182 pontos - JOÃO
* 09º - 179 pontos - MARCOS
* 10º - 174 pontos - RODRIGO CABRAL

As inscrições estão abertas para o bolão 2009. Ao contrário da FIA, aqui as regras são simples e o regulamento é o mesmo do ano passado:

*** 50 PONTOS EM DISPUTA POR GP, assim distribuídos:
Pole Position - 03 pontos 
Posição no Grid Aleatória - 05 pontos (posição a ser definida antes de cada GP) 
Volta mais Rápida na Corrida - 03 pontos 
1º colocado na corrida - 10 pontos 
2º colocado na corrida - 08 pontos
3º colocado na corrida - 06 pontos 
4º colocado na corrida - 05 pontos
5º colocado na corrida - 04 pontos
6º colocado na corrida - 03 pontos
7º colocado na corrida - 02 pontos 
8º colocado na corrida - 01 ponto

*** Serão válidas somente as apostas realizadas em tópico específico para cada corrida  na Comunidade no Orkut "GGOO!!! F1 setor G" (http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=22496471) até 30 (trinta) minutos antes do início do treino oficial para decidir o grid de largada (exceto no GP Brasil, onde os membros da GGOO!!! poderão fazer as apostas pessoalmente no autódromo de Interlagos).

*** Não serão aceitas apostas duplas. 
(exemplo: Apostar em Felipe Massa em 1º e 3º).

*** Os resultados do "GGOO!!! Bolão F1 2008" seguirão os resultados oficiais da FIA após possíveis punições ou desclassificações (exemplo: Raikkonen fez a pole, mas trocou de motor e Hamilton foi o segundo. Os pontos vão pra quem votou no Hamilton).

*** O cadastro deverá ser feito em tópico específico da comunidade do orkut acima citada, onde o participante deve postar o nome e número (de 00 a 99) com o qual irá apostar durante o todo o bolão, após o primeiro terço da temporada (sexta corrida) as inscrições estarão encerradas.

*** Exemplo de Aposta:
Nº 00 - ASTOLFO
Pole - Bernoldi
PGA - Baumgartner
VR - Capelli
1- Gachot
2- Mazzacane
3- Karthikeyan
4- Suzuki
5- Nakajima
6- Yooung
7- Ide
8- Diniz

Seja por amor às corridas, pelo prazer de tirar um sarro dos amigos ou por total falta de algo melhor para se fazer, PARTICIPE!

AYRTON SENNA - 49 ANOS!

21 de março de 1960, nascia um homem que pararia o Brasil em frente à TV. Nos domingos chuvosos ou ensolarados, eles estava lá, acelerando, acelerando sempre.

Conquistando poles, vitórias e títulos, encantando uma nação. Esse era Ayrton Senna, que hoje faria 49 anos.

Em sua homenagem, um pequeno tributo:

sexta-feira, 20 de março de 2009

COLUNA DO ROQUE: AONDE ESTÃO NOSSOS ÍDOLOS?

Semana passada fui ao aniversário surpresa da minha cunhada e, entre uma conversa e outra, entre uma música e outra, uma foto me chamou a atenção: ela vestida de Ayrton Senna, com seu macacão e um capacete e, ao fundo, uma mensagem ao dia dos pais.

Acredito que todos que estão com idade entre 25 e 30 anos, também tenham uma foto dessas, no mesmo estilo, caracterizando um personagem: um piloto de corridas de sucesso.

Tempos para cá, essa cumplicidade com os idolos acabaram. Não se veem pessoas tirando fotos caracterizadas, um boné, uma faixa. Tudo ficou descartável. Um grande exemplo, Gustavo Kuerten, quem hoje se lembra dos feitos por ele alcançados? O papel de ídolo foi roubado pela mídia.

A mesma mídia que endeusa medíocres, que fazem aparecer BBBs, que transformam a personalidade das pessoas em busca do tal "quinze minutos de fama". Mas para que isso? Para trocarmos de ídolos a cada instante? Ou seria para deixarmos de pensar em tudo o que acontece?

Estes são caminhos tortuosos, que muitas vezes nos deixam sem explicações. Nossos ídolos, como diz a música cantada por Elis Regina, ainda são os mesmos. Mas por que são os mesmos? Será que não houveram pessoas capazes para tal feito?

Este é o caso vivido por Rubens Barrichello. Graças aos sucessos imediatistas, sua competência e carisma foi deixada de lado em prol de diversos fatores, muitos deles comerciais, que impediam ser alçado a tal posto. Mas pergunto a vocês, quem naquele dia em Hockenhein não se emocionou ao vê-lo ganhando sua primeira corrida? Ou mais ainda, quem não vai à Interlagos e não ouve seu nome ser gritado a plenos pulmões?

Por que, pelos seus feitos ele não pode ser alçado à idolo nacional? Aliás, quais são os nossos ídolos? O que eles fazem? Onde eles estão? Por que vivemos esta ausência total de valores?

Mas, mesmo não conseguindo enxergar o novo, cadê as grandes demonstrações de carinho? As reportagens, as conversas na mesa do bar. Infelizmente, por mais informações que disponhamos, este tipo de prática deixa de existir.

Como já cantava Elis: "minha dor é perceber, que apesar de termos, feito tudo, tudo, tudo, tudo o que fizemos, nós ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais...", afinal, os nossos ídolos são os mesmos dos nossos pais.

MUDA TUDO DENOVO...

E a regra das vitórias definindo o campeão acaba de cair...

Voltamos ao sistema tradicional. 

E agora, se a Brawn for tudo isso? E se a Ferrari for tudo o que se espera? E se a Renault estiver forte?

Em quem você apostaria, agora pra valer?

Cartas para a redação!

Ah sim: a regra das vitórias passará a vigorar em 2010.

FOTO DO DIA


Emerson Fittipaldi - Mônaco, 1973

CASCOS

E ae galera!!

Continuando nossa série, os cascos da Toyota:
TRULLI:




GLOCK:





C YA!!!

quinta-feira, 19 de março de 2009

AQUECENDO OS MOTORES...




Faltam 10 dias para a primeira largada do ano!

[OFF] - CAVALHEIRISMO? ?

E vamos nós com mais um OFF, zoando o plantão aqui.
Fala sério, vai ser cavalheiro assim lá na....



Já imaginou se a moda pega?

(Ainda bem que nunca fui muito ligado em moda)